O que é a Insuficiência renal?

Insuficiência renal
É a perda das funções dos rins, podendo ser aguda ou crônica.
Insuficiência renal aguda
Em alguns pacientes com doenças graves, os rins podem parar de funcionar de maneira rápida, porém temporária. Rápida porque a função renal é perdida em algumas horas e temporária porque os rins podem voltar a funcionar após algumas semanas. A esta situação os médicos veterináriios chamam de insuficiência renal aguda. Em muitas ocasiões o paciente necessita ser mantido com tratamento por diálise até que os rins voltem a funcionar.

Insuficiência renal crônica agudizada

Insuficiência renal crônica é a perda lenta, progressiva e irreversível das funções renais. Porém , muitas veZes o paciente encontra-se compensado , sem novas fontes de insulto renal e tenho uma vida normal. Quando um paciente crônico sofre um insulto renal agudo, dizemos que ele é um pacienrte  renal crônico em agudizaçnao ou agudizado. Este paciente pode ser submetido a hemodiálise ou diálise peritoneal e tão logo seja controlado, ele poderá ser mantido com o tratamento conservador, não sendo mais necessárias sessnoes de hemodiálise.

Insuficiência renal crônica
Insuficiência renal crônica, como foi dito acima, é a perda lenta, progressiva e irreversível das funções renais. Por ser lenta e progressiva, esta perda resulta em processos adaptativos que, até um certo ponto, mantêm o paciente sem sintomas da doença. Até que tenham perdido cerca de 65% de sua função renal, os pacientes permanecem quase sem sintomas. A partir daí, podem aparecer sintomas e sinais que nem sempre incomodam muito. Assim, anemia leve, pressão alta, edema (inchaço) dos membros e face, mudança nos hábitos de urinar (urinar diversas vezes ) e do aspecto da urina (urina muito clara, sangue na urina, etc). Deste ponto até que os rins estejam funcionando somente 10 a 12% da função renal normal, pode-se tratar os pacientes com medicamentos e dieta. Quando a função renal se reduz abaixo desses valores, torna-se necessário o uso de outros métodos de tratamento da insuficiência renal: diálise ou transplante renal, ainda pouco disponibilizado na medicina veterinária Brasileira.
Sinais e sintomas de disfunção renal
Muitos são os sinais e sintomas que aparecem quando o animal começa a ter problemas renais. Alguns são mais frequentes, embora não sejam necessariamente consequências de problemas renais:
• alteração na cor da urina (torna-se parecida com coca-cola ou sanguinolenta);
• dor ou ardor quando estiver urinando;
• passar a urinar toda hora;
• levantar mais de uma vez à noite para urinar;
• inchaço dos membros e da face;
• dor lombar;
• pressão sangüínea elevada;
• anemia;
• fraqueza e desânimo constante;
• náuseas e vômitos frequentes pela manhã;
Caso qualquer destes sinais ou sintomas apareça, procure imediatamente um médico veterinário  de sua confiança ou entre em contato com a RENALVET  mais próxima de voce.
Causas da insuficiência renal crônica
Diversas são as doenças que levam à insuficiência renal crônica. As três mais comuns são a hipertensão arterial, o diabetes e a glomerulonefrite. A hipertensão arterial (pressão alta) é uma importante causa de insuficiência renal. Como os rins são os responsáveis no organismo pelo controle da pressão, quando eles não funcionam adequadamente, há subida na pressão arterial que, por sua vez, leva à piora da disfunção renal, fechando assim um ciclo de agressão aos rins. O controle correto da pressão arterial é um dos pontos principais na prevenção da insuficiência renal e da necessidade de se fazer diálise.O diabetes é uma das mais importantes causas de falência dos rins, com um número crescente de casos. Após cerca de 1 ano de diabetes diagnosticado, alguns animais começam a ter problemas renais. As primeiras manifestações são a perda de proteínas na urina (proteinúria), o aparecimento de pressão arterial alta e, mais tarde, o aumento da ureia e da creatinina do sangue. Uma causa muito frequente de insuficiência renal é a glomerulonefrite (“nefrite crônica”). Ela resulta de uma inflamação crônica dos rins. Depois de algum tempo, se a inflamação não é curada ou controlada, pode haver perda total das funções dos rins. Diversos fatores levam a glomerulonefrite, tais como erlichiose, leishmaniose, doença peeriodontal, filariose, infeccões de pele e ouvido etc...Outras causas de insuficiência renal são: rins policísticos (grandes e numerosos cistos crescem nos rins, destruindo-os), a pielonefrite (infecções urinárias repetidas devido à presença de alterações no trato urinário, pedras, obstruções, etc.) e doenças congênitas (“de nascença”).